Polícia investiga esquema de venda de diplomas escolares falsos em Belém

Sem Comentários

07/08/2018

Um esquema de venda de diplomas escolares falsos é investigado pela Polícia Civil na Região Metropolitana de Belém. Conforme as investigações, os diplomas são vendidos pela internet, com a promessa de facilidades e rapidez na documentação. De acordo com a polícia, um homem já foi preso em flagrante pela venda dos documentos. Os policiais ainda buscam outros envolvidos no esquema. Segundo a polícia, o suspeito oferecia a documentação na rua. Ele foi preso por falsidade ideológica. Na casa do preso, a polícia também apreendeu históricos escolares, carimbos e modelos de diploma da rede estadual de ensino. “O diretor da escola cujo nome foi utilizado na falsificação já compareceu e informou que existem mais três casos de documentos falsos da escola nos mesmos padrões dos que foram apreendidos. Nós vamos continuar as investigações. Quem comprou o documento também deve responder processo”, afirmou o Diretor da Divisão de Investigações e Operações Especiais (Dioe). Como os diplomas eram de uma escola estadual, a corregedoria da Secretaria de Educação do Estado (Seduc) também investigará o caso. Quem compra diplomas falsos pode ser preso por falsificação de documentos públicos e falsidade ideológica. A pena varia de dois a seis anos de prisão para quem falsifica no todo ou em parte o documento. Para o crime de falsidade ideológica a pena é de um a cinco anos de prisão.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Comentários

*