Operação combate falsificação de documentos, falsidade ideológica e sonegação fiscal no TO, PA e MA

Sem Comentários

18/07/2019

Nesta quinta-feira (18), a Polícia Civil do estado do Tocantins deflagrou a terceira fase da Operação “Walking Dead” visando combater uma organização criminosa especializada na prática de crimes de falsificação de documentos públicos e particulares, falsidade ideológica, sonegação fiscal e lavagem de dinheiro no desvio de valores que deveriam ter sido recolhidos no comércio de grãos e bebidas. Paralelamente, a Polícia Civil do Tocantins está apoiando a Operação Créditos Ilusórios, deflagrada pela Polícia Civil do estado de Maranhão a partir do compartilhamento de provas produzidas nas operações Walking Dead e Falsário.

No Tocantins, estão sendo cumpridos nesta manhã 14 (quatorze) mandados judiciais, sendo 08 (oito) mandados de busca e apreensão, 04 (quatro) mandados de prisão temporária e 02 (dois) mandados de prisão preventiva, mobilizando cerca de 30 policiais civis tocantinenses.

Segundo o delegado, que comanda a operação tocantinense, são alvos da operação um auditor da receita estadual, contadores, empresários, intermediários e “laranjas” que se beneficiaram do esquema criminoso auferindo valores que deveriam ter sido recolhidos à Fazenda Pública do Tocantins, a título de impostos. Uma das pessoas presas na operação se passava pelo nome de uma senhora falecida em 2010, e que teve o seu nome usado para constituir uma das empresas de fachada em 2014.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Folha do Bico

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Preso acusado de aplicar golpe de R$ 4 milhões

Sem Comentários

18/07/2019

Nesta quinta-feira (18), a Polícia Civil prendeu um homem acusado de praticar fraudes no valor de R$ 4 milhões na Paraíba. O prejuízo foi praticado por meio de crimes de estelionato e golpes contra bancos. o acusado teve a prisão preventiva decretada pela justiça, após investigações comprovarem que ele constituiu diversas empresas utilizando documentos falsos para fraudar a arrecadação estadual. As investigações da Polícia Civil ainda comprovaram que as empresas eram utilizadas para a captação de empréstimos bancários e financiamentos, configurando, além das fraudes fiscais, o crime de estelionato.

O preso foi submetido a exame de corpo de delito e recolhido à carceragem da Polícia Civil, onde permanecerá até ser apresentado ao Poder Judiciário, em audiência de custódia.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: MaisPB

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Suspeita de estelionato é presa em operação das polícias Civil e Militar em Renascença

Sem Comentários

18/07/2019

Nesta quinta-feira (18), uma mulher suspeita de estelionato foi presa em uma operação conjunta das polícias Civil e Militar em Renascença (PR). Ela é investigada também por lavagem de dinheiro. Segundo as investigações da Operação Luxus,  os supostos golpes aplicados por ela durante três anos causaram prejuízos de cerca de R$ 3 milhões às vítimas. Segundo o delegado responsável, no caso dos golpes envolvendo viagens, a suspeita oferecia a própria conta bancária para o pagamento dos pacotes – geralmente pagos por meio de boletos bancários ou cartões – em troca de descontos, o que acabava atraindo as vítimas.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Vítima de falsa policial civil relata golpe: ‘Ninguém tinha razão para desconfiar dela’

Sem Comentários

17/07/2019

Nesta segunda-feira (15), uma mulher foi presa por se passar por uma policial civil. A suspeita disse a uma de suas vítimas que havia recuperado a moto roubada dele e prendido o criminoso. Era tudo mentira. A mulher ainda forjou um boletim de ocorrência e levou para que a vítima pudesse assinar. O documento, segundo a suspeita, permitiria que ela retirasse a moto do depósito. A mulher foi descoberta depois que a vítima e seus colegas desconfiaram de que ela seria uma estelionatária. Ela contraiu uma dívida com pelo menos cinco pessoas, superior a R$ 1.400.

Os policiais viram, na segunda-feira (15), que o registro de ocorrência que ela apresentou era falso e que a jovem também estava com um documento falso da Polícia Civil. Ela foi indiciada por uso de documento falso.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: O Dia

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Suspeitos de estelionato e receptação de carros roubados são presos pela PRF na PB

Sem Comentários

16/07/2019

Nesta terça-feira (16), dois homens de 45 e 59 anos de idade foram presos pela Polícia Rodoviária (PRF)  na BR-230, em Pocinhos (PB). No carro em que eles estavam haviam drogas, cheques furtados e notas promissórias com dados falsos, além de documentos falsos. Contra um deles havia um mandado de prisão expedido.

Segundo a PRF, os dois homens estavam em um veículo com placas de Fortaleza (CE). Após uma revista preliminar, foi encontrado com cada um deles uma pequena quantidade de substância semelhante a maconha, que eles alegaram ser para uso pessoal. Na abordagem, o homem de 59 anos, que estava como passageiro, apresentou identidade com nome e demais dados falsos.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Suspeito de chefiar quadrilha presa por estelionato estava com 6 documentos de identidade falsificados, diz polícia

Sem Comentários

17/07/2019

Segundo a Polícia Civil, A.L.S., de 49 anos, seria o chefe do grupo e mantinha seis registros com nomes diferentes com a mesma foto. Ele usava o nome de terceiros para falsificar documentos e cartões bancários e conseguir pegar empréstimos, isto é, usava os documentos falsos para golpes de estelionato. Ao todo, oito pessoas foram presas em Sorocaba (SP) e Votorantim (SP). Ainda segundo a polícia, funcionários de banco estão sendo investigados para se identificar se repassavam essas informações sabendo que seriam para crimes. O grupo também usava os documentos fabricados para fazer contratos com empresas de telefonia e TV a cabo e vendia o serviço sem ter mensalidade, por um preço fixo.

Todos vão responder pelos crimes de associação criminosa, falsificação de documentos e estelionato.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

PRF recupera veículo roubado e apreende documento falso em Linhares

Sem Comentários

17/07/2019

Nesta terça-feira (16), a Policia Rodoviária Federal (PRF) recuperou um veículo roubado e apreendeu documento falso. Policiais fiscalizavam no km 152 da BR 101, em Linhares (ES), quando abordaram o veículo de cor branca, com um ocupante. Ao realizarem fiscalização minuciosa nos elementos identificadores, constataram que o veículo apresentado tratava-se de outro veículo com placas divergentes, e com restrição de roubo no município de Mesquita (RJ), em 11/07/2019. Além disso, o documento do veículo apresentado pelo condutor possuía indícios de falsificação.

Diante dos fatos, foi dada voz de prisão ao condutor, sendo este encaminhado com o veículo apreendido à Delegacia de Polícia Civil de Linhares para as providências cabíveis.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: O RIBANENSE

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Anterior Próximo