Funcionário público de Matinhos é preso por vender imóveis com documentos falsos

Sem Comentários

06/03/2019

Nesta quarta-feira (06), a Polícia Civil prendeu um servidor da prefeitura de Matinhos, no Litoral do Paraná, suspeito de aplicar golpes da falsa venda de imóveis. O servidor, de 38 anos, é funcionário da Controladoria da prefeitura de Matinhos. Além dele, foi preso um contador de 53 anos que seria o cabeça do grupo. Conforme a investigação, o grupo utilizava documentos falsos com os nomes dos verdadeiros proprietários dos terrenos para negociá-los. O servidor municipal foi autuado em flagrante por falsificação de documento. Ao revistar a casa do suspeito, a Polícia Civil encontrou vários documentos falsos. A investigação começou a partir da venda de um imóvel em Guaratuba no início de novembro de 2018. Com o uso de documentos falsos, os suspeitos enganaram duas vítimas que adquiriram o imóvel por R$ 160 mil sem saber que quem estava vendendo não era o verdadeiro proprietário. O cartório da cidade de Matinhos também foi vítima dos falsários, já que lavraram a escritura da venda do imóvel sem saber que o documento era falso. Ao saberem do golpe, as vítimas registraram Boletim de Ocorrência no dia 2 de janeiro deste ano. Segundo a Polícia Civil, mesmo com o inquérito instaurado os suspeitos “venderam” o mesmo terreno mais uma vez no dia 12 de fevereiro, desta vez por R$ 265 mil. A polícia agora segue a investigação para verificar se o grupo pode estar envolvido com outros crimes, como lavagem de dinheiro, receptação e furto de energia.

Comentários

*