Dupla é detida suspeita de usar documentos falsos com dados de pessoas mortas para sacar o PIS/Pasep, em Goiás

Sem Comentários

06/11/2019

Dois homens foram detidos na sexta-feira (1º) suspeitos de usarem documentos falsos para sacar o PIS/PASEP no nome de outras pessoas, em Mineiros, no sudoeste de Goiás. Segundo a polícia, eles compravam os documentos pela internet. Um deles disse que alguns dos dados podiam ser de pessoas que já morreram. Os suspeitos estavam em um carro na BR-364, quando foram abordados pelo Comando de Operações de Divisa (COD). Com eles foram encontrados R$ 2,6 mil. “Ao serem questionados sobre a origem do dinheiro, eles não souberam explicar, disseram apenas que tinham sacado os direitos trabalhistas em uma agência bancária. Fomos ao local e vimos que um dos suspeitos tinha sacado o benefício no nome de outra pessoa, que mora em Minas Gerais, e ficou constatado o golpe”, disse o tenente da Polícia Militar. A câmara de segurança do banco registrou quando um dos suspeitos foi à agência e sacou o dinheiro. O policial disse que, em conversa informal, um deles disse que alguns dos dados seriam de pessoas que já morreram. “Eles nos relataram que esses documentos, senhas e informações dos beneficiários eram obtidos com hackers que repassavam as informações pela internet e que os documentos eram entregues pelos Correios”, completou o tenente. Os dois, que são de Brasília e foram a Mineiros apenas para aplicar o golpe, foram levados para a delegacia da cidade. Um deles foi autuado em flagrante e levado para o presídio da cidade. O outro suspeito foi liberado por falta de prova do envolvimento dele no golpe.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Comentários

*