Duas pessoas são vítimas de estelionatários por dia em Mogi das Cruzes, aponta Polícia Civil

Sem Comentários

20/07/2018

Duas pessoas são vítimas de estelionatários por dia em Mogi das Cruzes, evidenciam os dados da Polícia Civil sobre as ocorrências do primeiro semestre deste ano. De janeiro a junho, 503 pessoas registraram boletins de ocorrência na cidade. O número é menor quando comparado ao semestre anterior, com 614 pessoas. No entanto, cresce a perspicácia dos criminosos na hora de atuar, com golpes cada vez mais elaborados. Os criminosos atuam de diversas formas e, em muitos casos, vitimam os idosos. A titular da Delegacia do Idoso de Mogi das Cruzes, afirma que hoje o maior volume de ocorrências registrado na unidade é de estelionato. “A pessoa idosa se torna mais vulnerável até por uma questão cultural, não só do brasileiro que gosta de ajudar, agradar as pessoas, mas também porque eles vêm de uma época em que tinha estes crimes, mas era em menor quantidade, então eles acreditam mais nas pessoas”, destaca a delegada. Os criminosos estão aperfeiçoando cada vez mais as técnicas, agindo em dois ou três, e também utilizando mais os meios virtuais e as tecnologias do que pessoalmente. Mas, nas abordagens nas ruas, elas ocorrem geralmente na região central e Avenida Voluntário Fernando Pinheiro Franco, devido a proximidade às agências bancárias. Sobre os crimes virtuais, a delegada orienta que os aparelhos tenham sempre antivírus para detectar um possível vírus utilizado pelo criminosos a fim de conseguir os dados. Ainda neste sentido, vale não clicar ou permitir que links desconhecidos sejam abertos nas máquinas.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Comentários

*