Dois homens são presos após venderem diplomas falsos em Goiânia

Sem Comentários

13/03/2018

Em Goiânia, dois homens foram presos após serem pegos em flagrante comercializando diplomas falsos. Segundo o delegado que acompanha o caso, eles foram presos em dias e locais diferentes, mas praticavam o mesmo crime. Os suspeitos vendiam certificados do ensino médio por R$400. O primeiro suspeito, T.G.B., de 29 anos, foi preso no último dia 05, no Setor Coimbra; e o segundo, F.A.S., de 34 anos, na sexta-feira (09), no Setor Bueno. Os dois foram presos depois que a polícia começou a investigar o caso de falsificação de diplomas na capital. No momento da prisão, os dois confessaram que fabricavam os certificados de escolas estaduais e vendiam. No momento das prisões apenas um diploma foi encontrado, já que os suspeitos conseguiram esconder os demais. De acordo com o delegado, os compradores também podem responder por processo. “Agora nós estamos identificando os compradores dos diplomas falsos para que possamos ouvi-los e saber se eles compactuaram com o crime ou se foram enganados. Caso seja comprovado que os compradores sabiam da falsificação, eles podem responder por estelionato”, explica o delegado. Os dois presos foram encaminhados para a Central de Flagrantes onde foram autuados no artigo 297 de falsificação de documento público e pode pegar até 6 anos de prisão. O delegado reforçou que as investigações continuam e que esperam prender mais pessoas que praticam o mesmo crime.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Mais Goiás

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Comentários

*