Crescimento do número de estelionatos surpreende petropolitanos

Sem Comentários

22/10/2018

Em Petrópolis (RJ), os crimes de estelionato voltaram a crescer. Em 2016, foram registradas 434 ocorrências. No ano seguinte, os números caíram para 376. Entretanto, de janeiro a setembro deste ano, as delegacias da cidade já contam com quase a mesma quantidade que em todo o ano anterior, sendo 371 registros. Segundo dados apontados pelo Instituto de Segurança Pública (ISP), as maiores notificações aconteceram no mês de agosto, quando foram contabilizados 65 casos. Na última semana, diferentes famílias foram vítimas do golpe do falso aluguel. Tentando contratar um imóvel para passar dias de lazer em Cabo Frio, algumas pessoas assinaram um suposto contrato e depositaram parte do valor combinado na conta da “dona do imóvel”. A farsa foi descoberta após publicação da proprietária da casa, que esclareceu os casos. A criminosa utilizava o Google Maps para pegar a foto da fachada do imóvel, colocando fotografias falsas do interior da residência. A publicação acontecia nas redes sociais, onde as vítimas encontravam o telefone para contato com a estelionatária. Por meio de mensagens, a criminosa induzia os locadores ao golpe.

“Então, eu trabalho com contrato de locação, onde o mesmo é enviado para seu e-mail para que as cláusulas sejam lidas e avaliadas por você. Caso esteja de acordo com as mesmas, me mande seus dados para que eu possa preencher. Em seguida, vou te reenviar para que assine juntamente com uma testemunha de sua preferência. Preciso que depois me devolva escaneado, e, após a devolução, você me dá uma garantia, através de um depósito calção de 40%”. Dessa maneira, mais uma vítima caiu no golpe. Segundo o ISP (Instituto de Segurança Pública), dos 371 casos de estelionato, 86,5% foram registrados na 105ª Delegacia de Polícia, no Retiro, que equivale a 321 casos. Na delegacia de Itaipava, já foram apontadas 50 ocorrências. De acordo com o ISP, nos últimos 10 anos foram contabilizados 3.940 estelionatos, em Petrópolis. Nesse período, o maior índice foi registrado em 2015, onde as delegacias apontaram 415 ocorrências.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Diário de Petrópolis

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Comentários

*