Idoso de 62 anos e jovem de 21 são presos tentando aplicar golpe em banco do extremo sul da Bahia

Sem Comentários

15/11/2018

Um idoso de 62 anos e uma jovem de 21 foram presos na última quarta-feira (14), em Itabela, no extremo sul da Bahia, após serem flagrados tentando aplicar um golpe em uma agência bancária da cidade. Segundo informações da Polícia Civil, os dois são do Ceará. A dupla fazia empréstimos bancários utilizando documentos falsos. Ainda conforme a polícia, com eles foram encontrados vários documentos, celulares, cartões bancários, dinheiro e um carro. O homem já tinha várias passagens pela polícia do Ceará. A Polícia Civil informou que os dois vão responder pelos crimes de estelionato, uso de documento falso e associação criminosa.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Polícia prende grupo suspeito de aplicar golpe do bilhete premiado em Cabo Frio, no RJ

Sem Comentários

15/11/2018

Nesta quarta-feira (14), policiais civis detiveram três suspeitos de aplicar o golpe do bilhete premiado em Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio. Uma vítima que perdeu R$ 76 mil procurou a delegacia. Segundo a polícia, os suspeitos são do Paraná e estavam atuando em Cabo Frio desde segunda-feira (12), quando aplicaram o golpe na idosa, que fez a denúncia. Os policiais encontraram o veículo utilizado pelo grupo e os suspeitos, que foram presos em flagrante por estelionato e organização criminosa. De acordo com a polícia, os três confessaram os crimes. Os suspeitos foram localizados na rua da casa da vítima após ligarem para ela e marcarem um encontro para tentar conseguir mais dinheiro. Os presos também foram reconhecidos por outras vítimas e o Setor de Inteligência da Polícia Civil está realizando uma pesquisa em toda a região para encontrar mais pessoas que tenham sido lesadas pelo grupo. As investigações apontam que a quadrilha de estelionatários é especializada em aplicar o golpe em todo o Brasil, principalmente no trecho entre Londrina e Cabo Frio.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Estelionatário do Rio de Janeiro é preso no interior do Ceará

Sem Comentários

13/11/2018

Na segunda-feira (12), em Itapipoca, no Ceará, um homem com mandado de prisão em aberto no Rio de Janeiro por estelionato foi preso. O suspeito, de 53 anos, responde a 14 crimes, como furto, receptação e ameaça, em São Paulo e no Distrito Federal. Além disso, a Polícia Civil do Ceará (PCCE) recebeu denúncias de que ele estava exercendo ilegalmente a profissão de dentista no município cearense. Segundo a polícia, o homem apresentou um registro do Conselho Regional de Odontologia do Ceará (CRO/CE). As investigações irão apurar se o documento é verdadeiro. O suspeito foi levado para a delegacia regional do município e está à disposição da Justiça.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Black Fraude nunca mais! 7 dicas de mestre para evitar golpes e economizar com segurança.

Sem Comentários

12/11/2018

Não é novidade para ninguém. A Black Friday brasileira vem sofrendo cada vez mais com fraudes, promoções mentirosas e empresas falsas. Sites-fantasmas surgem da noite para o dia, espalhando pela internet seus super descontos, fretes gratuitos e preços impossíveis de não chamar atenção. Por mais que tudo ocorra no ambiente on-line, os perigos de uma fraude eletrônica podem gerar transtornos imensos, envolvendo sequestro de dados bancários, pessoais e até processos jurídicos contra a própria vítima do golpe.

Quem também sofre com isso são os lojistas que levam a liquidação a sério e se espremem para oferecer ofertas verdadeiramente atrativas para o consumidor. Eles reduzem suas margens de lucro, apostam em um volume maior de venda, investem pesado em divulgação e ainda têm que lutar contra a cultura da fraude. Mas fique tranquilo! É possível se prevenir de todas as artimanhas da chamada “Black Fraude” com essas 7 dicas de ouro:

1 – Fuja de sites duvidosos

Eles surgem da noite para o dia, aparecem muito em anúncios de sites de pesquisa e se apresentam com layouts realmente convincentes. Para evitar tais sites, a dica é pesquisar suas reputações, seus protocolos internos de segurança e nunca digitar dados bancários até ter certeza de sua procedência.

2 – A famosa metade do dobro

Prática bem comum na época da Black Friday, muitas lojas aumentam os preços de seus produtos antes da liquidação para, na sexta-feira, abaixá-los novamente, entregando descontos falsos. Monitorar os preços do que você está procurando é primordial.

3 – Atenção às imagens meramente ilustrativas

Outro erro frequente de quem se aventura pelos e-commerces é não conferir se a descrição do produto é correspondente à foto que aparece na página de compras do site. Cores diferentes, modelos inferiores e ausência de funcionalidades podem se tornar uma dor de cabeça “daquelas”.

4 – Taxa de entrega X Valor do desconto

Outra artimanha empregada nas lojas virtuais é dar desconto em seus produtos e compensá-lo na taxa de entrega. Na empolgação do momento, o consumidor não analisa o valor do frete e acaba pedindo um produto por um valor igual ou até superior ao de meses atrás. Ponto para a compra em lojas físicas.

 5 – Política de troca e seu direito

Em muitos casos, os sites alteram sua política de troca para se eximir de eventuais pedidos de troca, agindo de má fé para empurrar lotes de produtos defeituosos. Mas aqui entra o PROCON, resguardando o consumidor com 7 dias de prazo para desistência da compra, sem apontar qualquer motivo.

6 – Guarde os comprovantes de compra

Nota fiscal, e-mail de confirmação, prints de telas de compra. Vale tudo para registrar todos os passos da sua compra, principalmente se for on-line. A legislação brasileira para internet ainda é muito falha, o que faz com que as compras nas lojas físicas sejam mais seguras também nesse ponto.

7 – Prefira lojas de rua e shopping

Diante de tantas possibilidades de ser fraudado e enganado, a escolha por lojas físicas de confiança. Você pode experimentar o produto, tirar dúvidas com o vendedor, negociar melhor o preço e o melhor de tudo: sair com a sua compra na hora.

Condutor é preso por uso de documento falso em Dom Eliseu

Sem Comentários

12/11/2018

Na sexta-feira (09), na BR 010, km 19 em Dom Eliseu, policiais rodoviários federais prenderam um homem por conduzir um caminhão com documento falso. Os agentes abordaram o veículo e durante os procedimentos de fiscalização, verificou-se que o CRLV do caminhão apresentado pelo condutor tratava-se de um documento público furtado dos lotes do Departamento Estadual de Trânsito do Mato Grosso, constando no documento informações falsas relativas à situação do veículo. Diante do flagrante, o condutor foi encaminhado para Polícia Civil de Dom Eliseu para os procedimentos legais cabíveis.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Cenário MT

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Idoso de 78 anos cai em golpe de bilhete premiado e perde R$ 5,6 mil

Sem Comentários

13/11/2018

Em Blumenau (SC), um idoso de 78 anos caiu em um golpe aplicado por estelionatários. Dois homens o abordaram na rua e disseram possuir um bilhete de loteria federal de R$ 2,5 milhões. Eles mostraram o suposto papel premiado e pediram dinheiro. Em troca, dariam R$ 500 mil ao homem. A vítima então entregou R$ 5,6 mil. Na sequência, eles pediram que o senhor comprasse uma marmita para os dois. O idoso foi e, ao voltar, não encontrou a dupla. Eles fugiram em um carro de cor grafite, mas homem não soube especificar o modelo. Disse aos policiais que um dos suspeitos era alto e que aparentava ter cerca de 55 anos. O outro, mais baixo e cabeludo, parecia ser mais novo, com 30 anos mais ou menos. Ninguém foi localizado. Um boletim de ocorrência foi registrado por volta das 13h desta segunda-feira, 12.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: O Município

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

PF desarticula quadrilha que fraudava empréstimos de banco no DF

Sem Comentários

12/11/2018

Nesta segunda-feira (12), a Polícia Federal indiciou seis suspeitos de integrar uma organização criminosa que fraudava empréstimos bancários no Distrito Federal. O grupo – que inclui um funcionário do banco – é acusado de desviar R$ 1,6 milhão em contratos de financiamento de mobília e materiais de construção. Conforme a investigação, o grupo persuadia os clientes de uma agência de empréstimo a assinar os contratos rapidamente, sem ler, para não perder as condições especiais. Com isso, eles escreviam o dobro do valor nos documentos, e desviavam o valor restante. Em nota, o banco afirmou que “informações sobre eventos criminosos em suas unidades são repassadas exclusivamente às autoridades policiais” e que coopera com as investigações. A Polícia Federal estima que 98 operações fraudulentas tenham sido realizadas, com um valor total de R$ 3,28 milhões – cada contrato tinha valores entre R$ 30 mil e R$ 70 mil. Os correntistas receberam R$ 1,6 milhão, e o restante foi parar nas mãos da organização criminosa. Segundo a PF, a organização atuava sob a fachada de uma agência de crédito, com sede no Setor Comercial Sul. Os clientes eram atraídos por anúncios nos classificados, que ofereciam “condições mais vantajosas” que os empréstimos tomados na agência.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Anterior