Acusado de estelionato tinha vida de luxo com golpes que chegam a R$ 2 mi

Sem Comentários

18/09/2019

Jeito sedutor, palavras bem escolhidas e uma vida de luxo. Era assim que o golpista, de 39 anos, se apresentava para as vítimas. Confiante, o homem acusado de estelionato relatava ser dono de uma empresa especializada em gestão financeira. Seis mulheres e um homem acabaram caindo na lábia do suspeito, dando altos valores para investimento em um falso fundo nos Estados Unidos. Os golpes somam mais de R$ 2 milhões. Até a manhã de terça-feira (17/9), três vítimas haviam prestado depoimento na Coordenação de Repressão aos Crimes Contra o Consumidor, a Ordem Tributária e a Fraudes (Corf). Uma quarta pessoa é esperada para formalizar depoimento, assim como a mãe do acusado, que é suspeita de auxiliar nos golpes. No Imposto de Renda deste ano, o suspeito declarou um patrimônio de R$ 1,2 milhão. De acordo com o delegado, o acusado criava contratos com as vítimas e usava-os para prestar contas ao Leão. “Ele legalizou todo o dinheiro obtido por meio de golpe para não cair na malha fina e gerar desconfiança”, detalha. “Apuramos que os golpes ocorrem desde 2011. Estamos em fase de investigação, além de as vítimas também estarem vindo à delegacia. Assim, identificamos como o acusado agiu com cada pessoa e quanto cada uma perdeu”, conclui o delegado.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: CORREIO BRAZILIENSE

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Comentários

*