Homem é detido com documento falsificado em Caruaru

Sem Comentários

17/06/2019

Um homem de 40 anos foi detido pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), na BR 104, em Caruaru, no Agreste pernambucano. Segundo a PRF, o homem portava um Certificado de Registro de Veículo (CRV) com indícios de falsificação. O carro em que ele estava possuía débitos de mais de R$ 6,5 mil em impostos e licenciamento. O motorista foi encaminhado, junto com o documento, à Delegacia de Polícia Civil de Caruaru. Ele deverá responder por uso de documento falso, que prevê pena de dois a seis anos de reclusão e multa. O veículo foi apreendido.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Diário de Pernambuco

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Homem é detido por usar documento falso para pedir empréstimo de R$ 40 mil em Juiz de Fora

Sem Comentários

18/06/2019

Um homem de 52 anos foi detido ao usar documentos falsos para abrir uma conta em um banco em Juiz de Fora, onde pretendia solicitar um empréstimo de R$ 40 mil. O caso foi registrado nesta segunda-feira (17), no Centro. A Polícia Militar (PM) foi acionada por funcionários da instituição após suspeitarem de um casal que tentava aplicar golpe de estelionato. Segundo a ocorrência, o homem esteve no local antes, em data não informada, com documentos em nome de outro indivíduo, solicitando a abertura de uma conta para a portabilidade com outra instituição. De acordo com o relato dos funcionários, ele disse que pretendia solicitar o empréstimo. Os funcionários pegaram todos os documentos apresentados pelo homem, fizeram cópias e juntaram ao processo de abertura da conta. Em seguida solicitaram que ele retornasse para a conclusão do processo e a liberação do dinheiro. Todo este atendimento foi filmado.

Quando o homem voltou nesta segunda-feira, foi abordado pelos policiais. A mulher que estava com ele relatou que era apenas uma acompanhante e a PM checou que não tinha nada irregular com ela. Durante busca pessoal e no carro do suspeito foram encontrados documentos de identidade, extrato de pagamentos de aposentadoria especial de outro banco e até uma conta de telefone no nome falso que ele apresentou aos bancários. O homem também tinha um cartão bancário com outro titular e os documentos relativos ao nome verdadeiro dele. A polícia também fez buscas na casa do homem, mas nada de irregular foi encontrado. Durante pesquisa no sistema, foi descoberto que o detido deveria estar cumprindo prisão domiciliar desde 7 de fevereiro deste ano. Ele recebeu voz de prisão em flagrante e, junto com os documentos apreendidos, foi encaminhado para a Delegacia de Plantão da Polícia Civil.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Deic prende trio acusado de fraudar documentos e faturar R$ 300 mil em um mês

Sem Comentários

17/06/2019

Três suspeitos foram presos acusados de faturar, no período de apenas um mês, mais de R$ 300 mil. Os homens foram presos por agentes da Deic e do 17º Distrito Policial de Marechal Deodoro. Conforme a investigação, os estelionatários falsificavam documentos de pessoas idôneas para obter empréstimos junto a instituições financeiras e comprar produtos de alto valor. Apenas na cidade de Jequiá da Praia, o trio teria comercializado dez piscinas de fibra, no valor de R$ 140 mil, com dinheiro adquirido de forma fraudulenta. Com os suspeitos foram encontrados vários documentos falsificados, contratos financeiros, contas de energia em branco, um notebook onde eram realizadas as falsificações, impressora, documentos de identidade em branco e uma quantia em dinheiro, além de uma bicicleta avaliada em R$ 50 mil. Todos foram autuados por associação criminosa, uso de documento falso, falsificação de documentos e estelionato.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Alagoas 24 Horas

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Golpista tenta sacar R$ 13 mil usando documento falso de empresária em Limeira

Sem Comentários

13/06/2019

Na quarta-feira passada (12), uma empresária, de 35 anos, procurou a polícia para registrar uma tentativa de estelionato que sofreu. Uma golpista, com um documento falso, se passou por ela e tentou sacar uma quantia de R$ 13.700 na boca do caixa de uma agência bancária. Conforme informações da vítima, ela recebeu uma ligação de uma atendente do banco perguntado se ela teria tentado sacar a quantia, quando a mulher respondeu que não, foi chamada no banco para esclarecimentos. A funcionária da agência contou que uma mulher apresentou uma CNH falsa com o nome da empresária e uma assinatura de sua sócia, mas a foto não era a mesma pessoa que tentava sacar o dinheiro e nem da vítima. Quando o saque foi negado, a golpista se evadiu do local e não foi mais encontrada. A ocorrência foi registrada no 1º Distrito Policial de Limeira.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Rapidonoar

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Funcionária pública é suspeita de produzir certificados escolares falsos em Lauro Müller, na Serra Catarinense

Sem Comentários

17/06/2019

Em Lauro Müller, na Serra Catarinense, a polícia investiga a ação irregular de uma funcionária pública que é suspeita de falsificar certificados e históricos escolares em troca de pagamento. Para dar continuidade às apurações, três mandados de busca e apreensão foram cumpridos na manhã desta segunda-feira (17) durante a Operação Fictum Libellum. As ordens judiciais foram cumpridas na casa da funcionária, de uma suposta ajudante e, também, na escola onde a mulher teria acessado os sistemas do estado. A ação foi realizada pela Polícia Civil, com apoio do Instituto Geral de Perícias e do Ministério Público. O inquérito foi instaurado na Delegacia de Polícia de Lauro Müller e identificou a funcionária da secretaria da educação. Ela não só produzia, como, também, vendia os documentos falsificados em nome de uma escola estadual, por R$ 800. A mesma pessoa também produzia trabalhos escolares para alunos que contratassem seus serviços, por R$ 50. Toda a ação tinha apoio de outra mulher. Durante as diligências policiais foram ouvidas testemunhas que indicaram a possível prática dos crimes de falsificação dos documentos, citando o nome de uma pessoa que nunca estudou na escola Engenheiro Ernani Cotrin, onde havia sido emitido histórico escolar como se o aluno fosse da escola. Também se descobriu que um ex-aluno estaria oferecendo os certificados escolares para venda. Comprovadas as suspeitas, a funcionária do Estado deve ser indiciada pelos crimes de corrupção ativa e passiva, bem como, por delito administrativo devido a inserção de dados falsos em sistema informatizado da administração pública.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: NSC Total

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Casal compra cartão de crédito por R$ 800 na internet e é preso por estelionato em BH

Sem Comentários

12/06/2019

Um casal foi preso suspeito de estelionato na noite dessa terça-feira (11), na rua da Bahia, no bairro de Lourdes, na região Centro-Sul de Belo Horizonte. Um cliente de um banco achou estranha a atitude de A.S.S., de 24 anos, e D.G.C.X., de 31. A Polícia Militar (PM) foi acionada e abordou o casal do lado de fora da agência. Inicialmente foram encontrados com eles cartões de crédito clonados. Logo depois, os militares foram até o hotel em que estavam e apreenderam mais cartões falsos para transações bancárias, um notebook, celular e um HD externo. O homem disse aos militares que comprou os cartões falsificados por R$ 800 na internet. A compra teria fornecido uma senha e locais ideais para golpe.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Itatiaia

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Trio suspeito de estelionato é preso com 51 cartões bancários em Fortaleza

Sem Comentários

11/06/2019

Três homens foram presos pela Polícia Militar do Ceará sob suspeita de estelionato. A prisão aconteceu nesta terça-feira (11), no Bairro Montese, em flagrante realizado no 25º Distrito Policial. Uma vítima denunciou um dos suspeitos logo depois de perceber que ele havia trocado o seu cartão em uma agência bancária. A polícia foi acionada e achou os três homens em um veículo, a dois quarteirões do banco. Diversos cartões bancários com nomes de terceiros foram encontrados com o trio. Os homens são C.S.C. (40), M.V.S. (24), ambos sem antecedentes, e J.F.S. (54), com passagem por posse de drogas. Eles também estavam com recibos bancários e uma quantia de R$ 80. Na casa de C. os policiais encontraram mais cartões bancários, totalizando 51, além de celulares, relógios, um talão de cheques e uma máquina de leitura de cartão. Os homens foram conduzidos com todo o material apreendido ao 25º Distrito Policial. Eles foram autuados por associação criminosa e estelionato.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Anterior