Quarteto é denunciado por golpe do bilhete

Sem Comentários

19/01/2017

O Ministério Público denunciou dois homens e duas mulheres do Rio Grande do Sul por estelionatos em Içara (SC). Além disso, tiveram a prisão preventiva requisitada. A atuação do quarteto com a promessa de bilhetes premiados ocasionou pelo menos cinco vítimas residentes na cidade entre 2013 e 2014. Dentre elas, duas tiveram a abordagem em Criciúma. Ao todo, a quadrilha obteve R$ 59.952 com o golpe. De acordo com um promotor, na maioria das vezes os criminosos relatavam ter um bilhete premiado e pediam orientação sobre um endereço. Um dos integrantes também se aproximava para dar informação e ainda simulava uma ligação para confirmar os números sorteados. Para obter ajuda no resgate, um dos estelionatários também oferecia vantagem, mas requisitava uma garantia para que eles pudessem portar o bilhete.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Canal Içara

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Casal suspeito de aplicar golpes em instituições financeiras usando documentos falsos é preso

Sem Comentários

20/01/2017

Policiais militares conseguiram localizar, depois de terem recebido uma denúncia, um casal suspeito de aplicar golpes em instituições financeiras. Eles apresentaram documentos falsos aos policiais e, dentro da residência deles, foram encontradas máquinas de cartão, boletos e extratos bancários, cartões de crédito e débito, talões de cheques e documentos da Receita Federal. Um caderno também foi achado, e nele continha anotação de dados bancários de várias pessoas contendo nome, CPF, número de conta e senhas que eram utilizados para movimentações financeiras oriundas de golpes de máquina de cartão. O casal foi preso e encaminhado à Central de Flagrantes onde foi autuado por uso de documento falso e estelionato. O caso ocorreu nesta quinta-feira (19) no Setor Triunfo II, em Goiânia.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Mais Goiás

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Suspeito de falsificar e vender CNH é detido em Uberaba

Sem Comentários

20/01/2017

No Bairro Parque Grande Horizonte, em Uberaba, na noite dessa quinta-feira (19), um jovem, de 28 anos, foi detido suspeito de falsificar e vender carteiras de habilitação. Vários materiais referentes à falsificação foram apreendidos, além de um carro com queixa de furto/roubo que estava na casa do suspeito. De acordo com a Polícia Militar (PM), foi montada uma operação para abordar o jovem, que estava em casa. No quarto dele, a PM localizou rascunhos de carteiras impressas, folhas de papel especial, estilete, régua, cartões de PVC, fotocópias de documentos e comprovantes de endereços em nomes diversos. Também foi encontrado um pen drive plugado no computador, o qual continha vários arquivos de carteiras de habilitação prontos, além de arquivos com dados de possíveis clientes. Ao ser questionado, o jovem confessou que realmente fazia as falsificações. Sobre o carro com queixa de roubo/furto encontrado na garagem da casa, ele alegou que um rapaz teria repassado o veículo a ele para quitar uma dívida de um serviço prestado, porém, ele não soube repassar mais informações sobre o rapaz à PM. Enquanto a PM registrava a ocorrência, três jovens chegaram à Área Integrada de Segurança Pública (Aisp) relatando que foram enganados pelo suspeito, pois ele havia dito que entregaria uma carteira de habilitação verdadeira e que eles poderiam fazer aulas de legislação. Os jovens disseram à PM que cada um pagou R$ 3 mil pela carteira e que só descobriram que o documento seria falso quando um deles foi abordado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), avisando os demais.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Após denúncia, passageira é detida em abordagem da PRF em Leopoldina

Sem Comentários

20/01/2017

Na manhã desta sexta-feira (20), uma idosa de 71 anos foi detida após abordagem no Posto da Polícia Rodoviária Federal de Leopoldina, na BR-116, km 768. Segundo as primeiras informações, há um mandado de prisão por apropriação indébita e documento falso contra a advogada que seria de Juiz de Fora. A PRF recebeu informações de que a idosa estaria em um ônibus de turismo que saiu de Vassouras (RJ) com destino a Porto Seguro (BA) e realizou a abordagem. A mulher e o acompanhante desembarcaram e tiveram as bagagens retiradas do ônibus, que foi liberado para seguir viagem. Após depoimento no posto da PRF, todos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil em Leopoldina.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Dona de agência de turismo é presa por estelionato em João Pessoa

Sem Comentários

19/01/2017

Foi presa nesta quinta-feira (19), em João Pessoa, uma mulher, proprietária de uma agência de turismo, suspeita de fraudes em negociações de pacotes de viagem. A empresária é suspeita de fraudar vouchers e comprovantes de emissão de passagens aéreas e emitir cheques sem fundos. Conforme a Delegacia de Defraudações e Falsificações da capital paraibana, o prejuízo para os clientes da agência seria superior a R$100 mil. As vítimas só descobriam que tinham caído em um golpe no dia das viagens. A empresária foi presa pelos crimes de falsidade ideológica e estelionato. Conforme o delegado responsável, que está investigando o caso, até o momento nenhum advogado se apresentou para defender a empresária.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Condenado por estelionato, tcheco é preso em Belo Horizonte

Sem Comentários

19/01/2017

Foi informada pela Polícia Federal, nesta quinta-feira (19), a prisão de um tcheco, de 39 anos, em Belo Horizonte. O homem estava na relação de foragidos internacionais procurados pela Interpol. O sujeito morava no Brasil desde 2010. Ele foi condenado pela Justiça da República Tcheca a mais de oito anos de prisão pelo crime de estelionato. O homem foi detido em casa, nesta quarta-feira (18), em cumprimento a um mandado de prisão expedido pela Justiça brasileira. Após ser submetido a exame de corpo de delito, ele foi levado para a Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, onde deve aguardar o julgamento do processo de extradição.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Dupla é presa por golpe de cerca de R$ 50 mil em correntistas, diz polícia

Sem Comentários

18/01/2017

Em Goiânia, a polícia prendeu dois jovens, de 23 e 21 anos, suspeitos de aplicar golpes em correntistas de um banco. Nove vítimas já foram confirmadas, das quais a dupla teria obtido cerca de R$ 50 mil. Eles agiam com a ajuda de uma mulher e do líder da quadrilha, que ajudavam no crime diretamente de São Paulo. Ambos ainda estão foragidos. Os suspeitos foram detidos na terça-feira (17), em uma agência do Setor Central e confessaram o crime. O grupo tinha acesso a um banco de dados e conseguia o contato das vítimas. A mulher ligava para os correntistas e dava início à farsa. “Ela ligava se passando por funcionária do banco e perguntava se o cliente havia autorizado uma compra de valor alto com o cartão. A vítima negava e a estelionatária dizia que o cartão então havia sido clonado, colocando à disposição dela o cancelamento do mesmo”, explicou o delegado da 1ª DP de Goiânia. Quando a vítima aceitava, a mulher solicitava que ela fizesse uma carta de próprio punho e passasse a senha para realizar o procedimento. Disponibilizava ainda funcionários para pegar a tarjeta na casa da pessoa. Todas as vítimas tem o mesmo nome e são mulheres aposentadas. “Para dar mais veracidade ao golpe, os golpistas forneciam até número de protocolo. Depois de pegar o envelope, a dupla ia ao banco, sacava todo dinheiro da conta e fazia empréstimos”, disse o delegado. O grupo também ganhava em outra frente. Eles ofereciam o pagamento de impostos com 50% de desconto. Depois, faziam o pagamento do valor integral com o dinheiro das vítimas e ficava com a quantia recebida do titular dos tributos. A polícia chegou até os suspeitos depois que um agente foi ao banco e desconfiou da atitude de um deles, que manuseava um caixa eletrônico recebendo instruções ao telefone. Com a dupla, foram encontrados nove cartões de crédito e R$ 2 mil em dinheiro. Eles serão indiciados por estelionato e formação de quadrilha.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Anterior