PM apreende cerca de R$ 30 mil em notas falsas e três são detidos pelo crime em Formiga

Sem Comentários

27/04/2017

A Polícia Militar (PM) prendeu três jovens com idades entre 19 e 22 anos, e apreendeu um adolescente de 17 anos, suspeitos de estelionato. O trio foi encontrado com cerca de R$ 30 mil em notas falsas. A PM disse que eles foram detidos durante uma abordagem de rotina. A primeira foi a um jovem de 21 anos e ao adolescente de 17, que estavam em atitude suspeita em uma moto no Bairro Rosário. Com eles foi encontrada uma nota de R$ 50 falsa. Eles disseram aos militares que compraram o dinheiro de outra pessoa e indicaram o local. Foi então que a polícia foi até o endereço indicado, no Bairro Quarteis, e apreendeu cerca de R$ 28 mil em notas falsas. O suspeito disse que comprou o dinheiro em outro estado, cerca de R$ 40 mil em notas falsas. Disse, ainda, que havia repassado cerca de R$ 12 mil a uma jovem de 22 anos. Foi quando a PM foi até a casa dela e prendeu a suspeita, mas nada foi encontrado. Todos os envolvidos e o dinheiro foram levados para Delegacia de Polícia Civil.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Funcionários são exonerados por suspeita de uso de diplomas falsos na Prefeitura de Sorocaba

Sem Comentários

26/04/2017

Dois funcionários que eram investigados por apresentar diplomas falsos para ocupar cargos de confiança, com salário que pode chegar a R$ 8,9 mil, foram exonerados da Prefeitura de Sorocaba (SP), na tarde desta quarta-feira (26). Por meio da Secretaria de Gabinete Central, o procedimento apurou a denúncia de que servidores públicos estariam usando supostos diplomas com irregulares ou falsos. Conforme a prefeitura, um deles era de uma instituição que não existe mais e por isso não foi possível confirmar os dados do documento. Já o outro diploma não foi reconhecido pela faculdade e o caso foi encaminhado para a promotoria de Justiça Criminal e para Procuradoria Geral do Município. Os dois funcionários que foram demitidos foram contratados para o cargo de assessor nível 3 que exige curso superior.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Idosa perde R$10 mil em golpe do cartão de crédito em Araçatuba

Sem Comentários

27/04/2017

Na quarta-feira (26), em Araçatuba (SP), uma aposentada de 62 anos perdeu R$10 mil após cair no golpe do cartão de crédito. Segundo a polícia, a idosa recebeu uma ligação de um homem que dizia ser funcionário da operadora do cartão de crédito dela. O golpista disse para a aposentada que alguém estaria tentando fazer compras no nome dela e que para evitar o prejuízo ela deveria entregar o cartão e a senha para ele. O golpista mandou um mototaxista ir até a casa dela buscar o cartão. A aposentada entregou o cartão e horas depois desconfiou e descobriu que tinha caído em um golpe. O estelionatário já havia sacado os R$ 10 mil. A Polícia Civil vai investigar o caso.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Homem cai em golpe após comprar um estabelecimento comercial

Sem Comentários

27/04/2017

Em Sinop (MT), um homem de 28 anos procurou a delegacia de Polícia Civil para registrar um suposto golpe de estelionato. Ele comprou um estabelecimento comercial (lava jato) localizado no centro da cidade. No acordo feito com uma mulher de 35 anos que se dizia proprietária do imóvel, ele pagou R$14.000 com um veículo e R$ 8.000 em dinheiro, totalizando 22 mil reais. Ainda foram entregues dez cheques para a suspeita como parte do pagamento. Dois meses após o acordo firmado, o comprador recebeu um oficial de justiça informando que o estabelecimento está penhorado pela justiça devido um processo trabalhista. O homem procurou as partes envolvidas na venda do comércio mas não obteve sucesso em sanar o problema. Ainda conforme o boletim de ocorrência, ele já realizou vários reparos e investimentos na empresa em questão. O caso passa a ser investigado pela Polícia Civil de Sinop.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Cenário MT

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Aposentada denuncia tentativa de golpe em Maringá

Sem Comentários

26/04/2017

Nesta manhã de quarta-feira (26), uma funcionária pública aposentada procurou a Polícia Civil de Maringá (PR), para registrar uma ocorrência que por pouco não deixou um prejuízo grande para ela. A mulher contou que pagou uma conta em uma loja da cidade com um cheque, que possivelmente tenha sido clonado, e teve o valor alterado. O suspeito foi até a agência bancária e tentou trocar o cheque no caixa. O valor era de R$ 4,8 mil. Mas, a funcionária do banco desconfiou e chamou o gerente. O suspeito percebeu que poderia ser ‘descoberto’ e fugiu.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Massa News

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Idoso cai em golpe e perde arma de fogo e R$ 1,5 mil

Sem Comentários

25/04/2017

Caiu em um golpe na segunda-feira (24), um idoso de Araraquara (SP). O aposentado, de 77 anos, foi enganado por um homem que se passou por membro de uma paróquia e perdeu um revólver calibre 38 e R$ 1,5 mil. Conforme a polícia, a vítima pegou carona com um desconhecido até a sua casa e, no caminho, o homem se apresentou como membro de uma paróquia da cidade. Durante a conversa, o aposentado contou que possuía um revólver calibre 38 guardado em casa e, no fim do diálogo, o aposentado foi convencido a entregar a arma ao homem para que ela fosse benzida por um padre. Além do revólver, o idoso ainda entregou para o criminoso R$ 1,5 mil e só depois que o homem partiu percebeu que havia sido enganado. Ele procurou a Polícia Civil para comunicar o caso e o golpe deverá ser investigado.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: G1

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Auxiliar é demitida por usar atestado falso

Sem Comentários

25/04/2017

Uma mulher foi demitida de uma indústria de sistemas eletrônicos de Rio Preto (SP) por apresentar um atestado médico falsificado. A funcionária queria justificar uma falta no trabalho e recorreu a falsificação, todavia, o proprietário da empresa suspeitou de uma rasura no documento. O caso será investigado pela polícia. De acordo com informações do boletim de ocorrência, a funcionário faltou ao trabalho com alegação de ter ido ao médico para acompanhar o filho. Mas, o patrão estranhou que no campo em que está escrito o dia da consulta tinha sinais de alteração manual, transformando um número 1 em um número 2. Ainda segundo o boletim de ocorrência, o empresário pediu para a funcionária explicar a rasura no atestado médico, mas ela disse que não tinha nado errado. Por desconfiar de alteração no documento e de uma atitude de má fé da funcionária, o empresário consultou a Secretaria Municipal de Saúde e comprovou a falsificação do atestado. Ele demitiu a colaboradora e procurou a Central de Flagrantes para registrar boletim de ocorrência.

Ler a notícia na íntegra

Fonte: Diário da Região

Saiba mais sobre os crimes de fraude no site do BrSafe.

Anterior